Seja bem-vindo
Porto Velho,17/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Coluna Espaço Aberto

Campanha fragiliza candidatos e expõe necessidades ignoradas

Confira as notas do dia

Arte/CNN
Campanha fragiliza candidatos e expõe necessidades ignoradas Rocha e Marcos Rogério disputam o Governo de Rondônia no 2º turno.

RECONHECIMENTO

Um dos fatores positivos de uma campanha eleitoral é os candidatos, quando detentores de mandatos ou cargos públicos, serem obrigados a expor tudo que não fizeram enquanto gestão. 

GARGALOS

Durante debates e horário eleitoral é possível observar o que não foi resolvido e o que teria sido jogado para debaixo do tapete. Ações superficiais,  paleativas ou meia boca são o que mais aparecem.

NEFRÁLGICOS

Setores como saúde, segurança e obras são os que mais aparecem. Tanto no balanço do gestor que afirma ter feito como na cobrança do que o oponente argumenta como necessidade do que se precisa fazer.

GESTOR

O candidato Marcos Rocha destaca diversas ações de sua gestão, mas reconhece limitações e por isso admite que precisa de uma chance para dar continuidade a projetos e conclusão do que estaria pela metade.

GESTOR 2

O candidato Marcos Rogério também aponta liberação de diversas emendas parlamentares que teriam beneficiado municípios, se queixa de verbas perdidas e argumenta que pode resolver o que entende estar errado.

UNIÃO

Embora explicação e promessas façam parte do jogo político uma coisa é muito clara. Ambos são bolsonaristas que, contraditoriamente, andaram em lados opostos nos últimos 4 anos.

UNIÃO 2

Por conta de ego e vaidade conseguiram se distanciar no que mais beneficiaria ambos politicamente. Rondônia é Bolsonaro e ponto final. Uma verdadeira aliança bolsonarista daria vitória de lavada para qualquer um já no primeiro turno.

UNIÃO 3

No entanto, Marcos Rocha e Marcos Rogério parecem ser Bolsonaro até onde seus interesses pessoais não sejam atingidos. Ora meus prezados, projeto político precisa ser  a longo prazo. Imediatismo é onda, e onda passa.

2024

É óbvio que independente de quem ganhar a eleição no Estado, já se começará a desenhar um projeto para a prefeitura de Porto Velho daqui a dois anos e consequentemente o Governo em 2026.

BURACO NA ÁGUA

De nada vai adiantar estar na condição de gestor, se a bazófia falar mais alto. Sem grupo, articulação e consenso, o prazo de validade do político costuma vencer antes do que está na bula.

BOM DE TRABALHAR

A Energisa Rondônia foi eleita a 61º melhor empresa para se trabalhar no Brasil pela consultoria global Great Place to Work (GPTW). Trata-se de um dos mais importantes reconhecimentos do mundo empresarial.

EVENTO

O anúncio aconteceu na noite de ontem, em cerimônia realizada em São Paulo, e a empresa concorreu com companhias de todo o país. O diretor-presidente da concessionária no estado, André Theobald, comemorou o reconhecimento, especialmente por estar ocorrendo no mês em que a empresa completa quatro anos de atuação em Rondônia.

TODAS AS CIDADES

Theobald aponta que a  Energisa é uma das maiores empregadoras do estado, com colaboradores nos 52 municípios. Um time engajado na missão de transformar energia em conforto, em desenvolvimento e em novas possibilidades com sustentabilidade.

VALORIZAÇÃO

O Presidente destaca a valorização de cada colaborador com respeito e reconhecimento por meio da meritocracia e desenvolvimento de programas que incentivam  os colaboradores a explorarem seu potencial. “ Estamos muito felizes pelo esse reconhecimento”, declarou André.

OUTRO DESTAQUE

Esta não foi a primeira participação da Energisa Rondônia no ranking da GPTW. Ano passado, foi reconhecida como a segunda Melhor Empresa para se  Trabalhar na Região Norte do Brasil .

ECONOMIA

Atualmente, a companhia conta com mais de três mil colaboradores diretos e indiretos no estado, sendo uma das principais em geração de emprego e renda.

ESPECIALIZAÇÃO

No setor elétrico, se destaca pela inovação, com foco na sustentabilidade, qualidade dos serviços prestados e segurança. A melhoria contínua com a capacitação da mão de obra é um dos pilares tendo sido oferecidas mais de 400 mil horas de treinamentos e parcerias nestes quatro anos da companhia no estado.

VAGAS

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Rondônia (SENAI-RO) está com inscrições abertas para cursos do Programa de Gratuidade Regimental -, sendo 1.365 vagas para a Aprendizagem Industrial Básica e 622 para Aprendizagem Industrial Técnica, disponíveis nas unidades do SENAI Rondônia dos municípios de Porto Velho Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura e Vilhena. 

QUASE 500

São 490 vagas disponíveis na modalidade presencial e 1.497 vagas para a modalidade Educação a Distância (EAD). Neste primeiro momento, as vagas serão preferencialmente para o atendimento das demandas das indústrias contribuintes para o cumprimento da cota de jovens aprendizes, conforme o Decreto nº 6.635 de 2008 e as diretrizes do SENAI. 

CRITÉRIOS

As Indústrias poderão reservar vagas nos Cursos de Aprendizagem Industrial (listados no item 8 dos Editais nº 23.2023.1 - para os Cursos Básicos e 24.2023.1 para os Cursos Técnicos) e matricular os jovens aprendizes, por elas selecionados, obedecendo os requisitos necessários para ingresso dos cursos. 

OUTROS

Havendo vagas possíveis não reservadas pelas indústrias, serão ofertadas para jovens da comunidade, seguindo a ordem de inscrições pelo site do SENAI-RO. 

COMPROMETIMENTO

De acordo com os editais, as indústrias que realizarem reserva de vagas estarão comprometidas a indicarem para as unidades SENAI dos municípios da sua preferência, a relação dos jovens que serão matriculados e contratados como aprendizes, até o dia 31 deste mês, observando o cronograma para entrega da documentação e efetivação das matrículas.



COMENTÁRIOS

LEIA TAMBÉM

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.