No lançamento do 'Cidades Inteligentes', em Ariquemes, Confúcio confirma que 23 municípios somados irão receber 48 milhões para a área de tecnologia

Rondônia caminha para se tornar um estado-referência na área tecnológica, afirma o senador. O próximo município a receber o Projeto será Rolim de Moura, na zona da mata do estado

21/03/2022 - 14:12 hs

Na sexta-feira (18), em Ariquemes, durante o lançamento oficial do Programa Cidades Inteligentes, elaborado pelo Instituto Federal de Rondônia (IFRO) e que será executado em parceria com a administração municipal, com recursos na ordem R$ 23 milhões de emenda do senador Confúcio Moura, alocados junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e inovações, o parlamentar afirmou que ao todo 23 municípios do estado de Rondônia irão receber mais 48 milhões para a área de tecnologia, direcionados às escolas e outras instituições municipais.

O senador fez uma retrospectiva da época em que foi prefeito de Ariquemes, ao iniciar o primeiro projeto de conexão na cidade por meio da internet e que está até hoje funcionando, e mais tarde, já governador, implantou o Infovia Rondônia, Programa com uma infraestrutura de comunicação por meio de fibra ótica, que fornece um conjunto de serviços convergentes de voz, dados e imagens em alta velocidade aos órgãos de governo e à população.

Confúcio Moura enfatizou que ao deixar o cargo em 2018, o estado não utilizava mais papel nos seus processos, estava tudo digitalizado. Agora, segundo ele, está dando prosseguimento à sua ideia de que tudo passa pela tecnologia. Em parceria com o IFRO será possível atender a mais municípios. “Nós colocamos R$ 23 milhões aqui, e mais R$ 25 milhões para vinte e três municípios para aquisição de equipamentos tecnológicos. Esses 23 municípios chegarão perto, mais ou menos de R$ 48 milhões só na área de tecnologia para escolas e para a cidade de Ariquemes”, explicou.

O senador disse no evento, que em pouco tempo as escolas de Ariquemes não precisarão mais de diário nem de chamada, tudo será conectado online. “O aluno ao chegar na porta da escola já registra a presença. Vai acabar com o papel na Prefeitura. Nenhum processo, não haverá mais prontuários médicos nos hospitais, tudo será digital. A telemedicina à disposição de todos. Os pontos de internet gratuito na cidade para todo mundo”, assegurou.

O reitor do IFRO, Uberlando Tiburtino Leite, enfatizou que a Prefeitura de Ariquemes é fundamental nesse Projeto. Segundo ele, não dá pra trazer uma solução para a cidade sem conhecê-la. “Quem conhece Ariquemes é a prefeitura. Quais são os pontos, quais são os serviços a serem melhorados, quem é prioridade, por onde devemos iniciar, é o município de Ariquemes.  Então esse envolvimento, a participação do município é fundamental.”, disse.

De acordo com o senador, na área de segurança serão mais de cem câmeras de alta resolução instaladas em pontos estratégicos na cidade para fiscalizar a entrada e a saída de pessoas. “O Programa Cidades Inteligentes fará de Ariquemes, mais inteligente. Teremos os serviços públicos oferecidos para a população mais facilmente, sem filas. Então, os serviços públicos serão disponibilizados a todos, e quem não tem internet em casa, no futuro, caso a prefeitura queira, pode estender a internet para os bairros mais pobres, colocando a internet mais barata para a população”, falou.

Esse projeto só tem o começo, que é hoje, o lançamento dele; ele nunca terá fim, cada vez mais ele irá se ampliando, enriquecendo até no campo dos negócios, no campo atividades, da educação, enfim, em absolutamente tudo. Assim, Rondônia caminha pra ser um estado referência, na área de tecnologia. É o começo, gente!”, pontuou Confúcio.

Ao encerrar o grandioso evento, o Reitor Uberlando enfatizou que o IFRO possui uma parceria com o Ministério Público, Tribunal de Contas da União (TCU) e com a auditoria interna da instituição de ensino. “Os órgãos de controle nos auxiliam. Então, esse projeto tem um valor R$ 22 milhões no início, porque ele vai continuar e a participação do Ministério Público, do Tribunal de contas é importante para que a gente possa efetivamente usar esse recurso da melhor forma possível”, completou.

Além de diretores, professores e alunos do IFRO, participaram da  solenidade: o vice-prefeito de Ariquemes, Gabriel Amorim; o deputado federal e coordenador da bancada de Rondônia no Congresso Nacional, Lúcio Mosquini (MDB); o presidente da Assembleia Legislativa  (ALE-RO), Alex Redano (Republicano); o deputado estadual, Adelino Folador (União Brasil); o promotor de justiça e representante do Ministério Público, Tiago Nunes;  o representante do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Braga Neto; o chefe da 3º Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Ariquemes, Gibson de Souza; a presidente da Federação das APAE’s de Rondônia, Hilda Salvático; os prefeitos de Itapuã do Oeste, Moisés Cavalheiro; de Buritis, Roni Irmãozinho; de Cacaulândia, Daniel Marcelino; de Alto Paraíso, Joao Pavan, o presidente da Câmara de vereadores de Ariquemes, Renato Padeiro; representando os município de Monte Negro, o secretário de Planejamento, Rui Costa; de Machadinho do Oeste, o secretário de Planejamento, Reginaldo de Lima; a secretaria de educação do município de Santa Luzia, presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime),de Rondônia, Luslarlene Umbelina (Lena); entre outras autoridades, secretários de educação de vários municípios de Rondônia, além vereadores.