Operação mira seis policiais ligados a Ronnie, acusado de matar Marielle Franco

Os policiais tinham ligação com Lessa para venda de armas, drogas e máquinas caça-níqueis

07/04/2022 - 13:34 hs

247 - A Delegacia de Homicídios da Capital e a Corregedoria da Polícia Militar do Rio de Janeiro realiza na manhã desta quinta-feira (7), segundo a GloboNews, uma operação que tem como alvos seis policiais ligados ao ex-policial Ronnie Lessa, acusado de assassinar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em março de 2018.


Os policiais tinham ligação com Lessa para venda de armas, drogas e máquinas caça-níqueis. A corregedoria da PM encontrou em um dos endereços armas e dinheiro. Os investigadores também apontaram que os policiais alvos dos mandados desta quinta-feira estariam envolvidos com outros crimes. 


Em 15 de março, Ronnie Lessa foi um dos alvos da operação deflagrada pela PF (Polícia Federal) para desarticular um grupo criminoso envolvido com o tráfico internacional de armas . A ação da PF ocorreu de forma simultânea no Brasil e no estado da Flórida, nos EUA. Segundo a corporação, o armamento era distribuído para traficantes, milicianos e assassinos de aluguel.