Mensagens da PF mostram pedidos de dinheiro para Jair Renan Bolsonaro

A PF apura se, em troca de patrocínios, Jair Renan teria atuado para intermediar contatos com o governo federal. Jair Renan nega ter praticado qualquer irregularidade

21/04/2022 - 17:30 hs

Mensagens obtidas pela Polícia Federal mostram que empresários foram procurados para pagar obras de reforma em uma sala comercial de Jair Renan, o filho Zero Quatro do presidente Jair Bolsonaro. A informação é do jornal O Globo.

Nessas conversas, a arquiteta responsável pela obra chegou a ironizar a busca por patrocinadores e disse que pediriam “bolsa móveis e bolsa reforma”. A PF apura se, em troca de patrocínios, Jair Renan teria atuado para intermediar contatos com o governo federal. Jair Renan nega ter praticado qualquer irregularidade.

O material analisado pela PF faz parte do inquérito que apura suspeitas de tráfico de influência de Jair Renan. Os investigadores tiveram acesso a diálogos do WhatsApp entre a arquiteta Tânia Fernandes e o personal trainer Allan de Lucena, amigo do Zero Quatro e responsável por ajudar na montagem de uma empresa de eventos para o filho do presidente em um camarote no estádio Mané Garrincha, em Brasília. 

Uma das empresas apontadas como patrocinadoras do projeto de Renan recebeu, desde 2019, R$ 25,4 milhões em contratos para o fornecimento de móveis como poltronas, cadeiras e mesas de escritório ao governo federal. 

Painel Político