Seja bem vindo
Porto Velho,11/08/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

Após passar duas vezes no vestibular, garoto de 17 anos ganha na Justiça o direito de cursar medicina em Vilhena

Com QI acima do normal e ainda no ensino médio, garoto de 17 anos vai à justiça e ganha direito de cursar medicina em Vilhena

Foto: Extra de Rondônia
Após passar duas vezes no vestibular, garoto de 17 anos ganha na Justiça o direito de cursar medicina em Vilhena


Gabriel Luís Castilho Matos de apenas 17 anos, conseguiu na justiça, o direito de ser matriculado no curso de medicina da faculdade Unesc/Uninassau, mesmo sendo ainda menor de idade.

O estudante foi aprovado em 10° entre os 48 alunos da graduação que também realizaram o vestibular no mês passado.

Roberta Castilho, mãe de Gabriel, conta que existe um laudo em que comprova que o filho tem o QI elevado desde a 7° série, no primeiro ano do ensino médio seu filho tentou o vestibular e passou, na época com 15 anos mesmo entrando na justiça seu processo foi indeferido.

“Em 2022, decidi me inscrevi para o vestibular novamente, já com a intenção de que, se eu passasse, entraria na justiça novamente para brigar pela minha vaga. Fiz o vestibular e fui aprovado em 10° lugar, entrei na justiça com muita esperança. Depois das várias tentativas, consegui finalmente ser liberado pela justiça para cursar medicina antes de concluir o terceiro ano do ensino médio, realmente não consigo expressar em forma de palavras, a alegria e gratidão que estou pela aprovação e pelo o processo ser deferido”, conta Gabriel.

Agora o estudante enfatiza que terá muito foco e dedicação para se adaptar a uma nova rotina em que inclui a faculdade.

A mãe comenta o quanto está orgulhosa de seu filho e enfatiza a importância de ter profissionais capacitados, os advogados “Pedro Andreazza e Carol Andreazza foram excepcionais para que tudo fosse feito de uma forma correta”, finaliza.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login