Seja bem vindo
Porto Velho,11/08/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

'Nós estragamos a festa de muita gente', diz Cassol ao ser homologado candidato ao Governo pelo PP

Foto: Rondoniaagora
'Nós estragamos a festa de muita gente', diz Cassol ao ser homologado candidato ao Governo pelo PP


Em discurso durante a convenção do PP, oficializando seu nome ao Governo de Rondônia, o ex-senador Ivo Cassol agradeceu à Justiça pela liminar obtida no Supremo Tribunal Federal (STF) e prometeu fazer uma campanha limpa e austera. Ele criticou os governos passados que, segundo ele, abandonaram as estradas e os programas agrícolas implantados em sua gestão.

Cassol pediu apoio para eleger o maior número de deputados federais e estaduais dos Progressistas para não repetir o que aconteceu em seu primeiro mandato como governador, segundo ele, quando não teve apoio dos 8 deputados federais, 3 senadores e de 21 deputados estaduais.

O ex-senador deixou em aberto a discussão do futuro candidato a vice-governador. Explicou que conversou com o senador Marcos Rogério (PL) e com o ex-senador Expedito Junior (PSD), e que a vaga estaria aberta para conversações com o grupo liderado pelo ex-parlamentar e seu filho, deputado Expedito Netto. “Mas ontem nós estragamos a festa de muita gente”, disse o ex-senador, comemorando a liminar do STF.

Em dado momento, ele afirmou que não “gosta de ser usado” por ninguém e que havia convidado uma determinada figura política para ser vice, mas a pessoa não acreditou na liminar. “Então eu pedi para seguir seu caminho”, avisou. Embora não tenha citado nomes, o deputado Léo Moraes esteve conversando até ontem com o grupo de Cassol para levar o nome da deputada federal Jaqueline Cassol (PP) ao Senado, mas com a liminar o parlamentar não aceitou ser vice e preferiu caminhar sozinho para o Governo.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login