Seja bem vindo
Porto Velho,03/10/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

Rondônia tem três entre os candidatos mais ricos do Brasil; confira o 'top 10' de RO


Rondônia tem três entre os candidatos mais ricos do Brasil; confira o 'top 10' de RO


EUIDEAL - Ao listar, esta semana, os 50 candidatos mais ricos do Brasil, que estarão disputando diferentes tipos de cargos no pleito deste ano, o Portal Uol incluiu quatro rondonienses na relação, e o mais endinheirado deles tem um patrimônio declarado superior a R$ 345 milhões.

O EUIDEAL preparou uma lista em ordem crescente com os nomes dos candidatos mais ricos de Rondônia destas eleições. A lista dos candidatos mais ricos inclui postulantes a governos estaduais e a Assembleias Legislativas.

Confira.

10 - Aparecido Donadon - R$5.941.722,64 (Candidato a deputado federal do PP)


Não foi encontrado informações sobre o candidato nas ferramentas de pesquisa. 

9 - André da Royal - R$6.567.636,02 (Candidato a deputado federal pelo PSC)


Empresário, André da Royal, candidato ao cargo de deputado federal pelo PSC, é natural de Ji-Paraná - RO. Atualmente, o empresário preside a CDL de Ji-Paraná e é proprietário fundador das Lojas Royal.

8 - Daniel Pereira - R$6.600.000,00 (Candidato ao governo de Rondônia pelo SOLIDARIEDADE)


Ex-governador, Daniel já foi vereador em Cerejeiras (RO) e deputado estadual em Rondônia por dois mandatos. Em 2014 ele foi eleito como vice-governador e permaneceu no posto até 2018, quando assumiu a cadeira do então governador, Confúcio Moura. 

7 - Jaqueline Cassol - R$11.928.376,07 (Candidata ao Senado Federal pelo PP)


Atual deputada federal de Rondônia, Dirlane Jaqueline Cassol tem 47 anos e nasceu na cidade de São Miguel do Oeste, em Santa Catarina.

Formada em Direito, Jaqueline Cassol tem pós-graduação em Direito Público e Penal. Os principais cargos públicos que ocupou foram de diretora-geral do Detran e secretária estadual de Assuntos Estratégicos, durante o governo do irmão, Ivo Cassol.

Em 2014 ela entrou na disputa pela cadeira do governo de Rondônia. Quatro anos depois, em 2018, ela se candidatou a deputada federal e foi eleita com 34.193 votos. Agora ela tenta a vaga de Senado pelo Progressistas (PP).

6 - Acir Gurgacz  R$12.835.874,87 (Candidato a reeleição ao Senado Federal pelo PDT)


Acir Marcos Gurgacz, de 60 anos, é natural de Cascavel, no Paraná. Atualmente ele ocupa uma das vagas de Rondônia no Senado Acir migrou para Rondônia na década de 1970.

Seu ingresso na vida pública aconteceu em 2000, quando foi eleito prefeito de Ji-Paraná, interior do estado. Em 2006, foi eleito pela primeira vez senador de Rondônia.

Em 2014 foi reeleito ao Senado. Nas eleições de 2022 ele vai tentar ser reeleito como senador. Ele informou à Justiça Eleitoral que têm curso superior incompleto.

TOP 5 

5 - Ieda Chaves 39.108.115,61 (Candidata a deputada estaudal UNIÃO BRASIL)


Ieda Pacheco Chaves, nasceu em 07 de março de 1969, no município de Paraíso do Norte, interior do Paraná. Ela é casada com o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB). 

Ao lado do marido, Hildon Chaves, ela fundou uma escola de ensino médio em Pimenta Bueno. Tempos depois virou um grupo educacional, empregando mais de 1300 colaboradores e com faculdades em três estados: Rondônia, Mato Grosso e Acre.

4 - Jaime Bagattoli R$ 55.742.220,64 (Candidato ao Senado Federal pelo PL).


Jaime Maximino Bagattoli tem 61 anos e nasceu em Presidente Getúlio, interior de Santa Catarina. Atualmente, atua no agronegócio e mora em Vilhena (RO).

Em 2018, disputou uma vaga no Senado e ficou em terceiro lugar.

3 -Zé Jodan R$ 102 milhões. ( Candidato a deputado estadual pelo PSC).


Vice-governador de Rondônia e candidato a deputado estadual pelo PSC, o empresário José Atílio Salazar Martins, conhecido como Zé Jodan, declarou pouco mais de R$ 101,7 milhões em patrimônio à Justiça Eleitoral (TSE).

Jodan é pecuarista e empresário do setor cafeeiro.

Zé Jodan foi eleito em 2018, quando estava no PSL (hoje União Brasil), na chapa do atual governador, Coronel Marcos Rocha, que vai disputar a reeleição pelo União Brasil. Em 2016, disputou a prefeitura de Rolim Moura (RO), mas não foi eleito.

2- Ivo Cassol R$ 134 milhões (Candidato ao governo de Rondônia pelo PP).


Ivo Narciso Cassol tem 63 anos e é natural de Concórdia (SC). Sua trajetória política em Rondônia começou em 1996, quando foi eleito prefeito de Rolim de Moura e depois reeleito como chefe do executivo municipal em 2000.

Cassol foi eleito governador de Rondônia em 2002 e reeleito em 2006. No ano de 2010, Ivo renunciou ao cargo de governador para disputar o Senado, onde foi eleito e exerceu suas funções de senador até 2019.

1 - João Gonçalves R$ 345 milhões. (Candidato a vaga de 2° suplente) 



Entre os “super-ricos”, o que não é novidade para ninguém, está o empresário João Gonçalves Filho, de Jaru, dono da rede de supermercados que leva seu sobrenome, com unidades em várias cidades. Candidato a segundo suplente de senador na chapa da deputada Mariana Carvalho (Republicanos), João Gonçalves declarou um patrimônio de exatos R$ 345.552.619,36.

João é o 7° candidato mais rico do Brasil. 

Contribuição: redes sociais, G1, O GLOBO e Folha do Sul Online 



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login