Seja bem vindo
Porto Velho,03/10/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

Abandonado por ser ‘feio’ demais, ele superou a rejeição, se casou e hoje ajuda pessoas com mesma condição

Portador da Síndrome de Treacher Collins, Jono Lancaster precisou lidar com a rejeição logo cedo.


Abandonado por ser ‘feio’ demais, ele superou a rejeição, se casou e hoje ajuda pessoas com mesma condição


Jono Lancaster nasceu com uma rara condição chamada Síndrome de Treacher Collins. Ainda criança, ele precisou lidar com a rejeição após ser abandonado pelos próprios pais biológicos por ter nascido diferente. A condição faz com que seu portador não possua todos os músculos do rosto, deixando-o disforme.

Lancaster foi abandonado apenas 36 horas após seu nascimento. O que parecia ser o fim, se tornou um recomeço quando ele foi adotado pela escritora e historiadora Jane Lancaster, de Yorkshire, da Inglaterra. Jane deu todo apoio necessário para que Jono tivesse uma boa adolescência e acesso à educação. Quando jovem, ele conseguiu emprego em uma academia, onde conheceu sua atual esposa, Laura Richardson.

Superando todos os obstáculos e a rejeição, Jono resolveu usar sua experiência para ajudar pessoas com a mesma condição que ele. O inglês se casou e viaja pelo mundo palestrando, além de ter se tornado professor. Ele conta com mais de 220 mil seguidores em seu Instagram, onde compartilha histórias como a sua.

Recentemente, Jono viajou mais de 15 mil quilômetros para dar suporte à um menino de apenas dois anos de idade. O inglês foi para a Austrália após entrar em contato com a mãe de Zackary Walton, portador da Síndrome de Treacher Collins.

Lancaster é fundador da instituição Life for a Kid (Vida por uma Criança), onde ajuda centenas de pessoas portadoras de diversas síndromes. Ele afirma que gostaria de ter encontrado alguém como ele enquanto criança, que pudesse lhe dizer quantas coisas ele poderia conquistar.

Por 1News - 
   



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login