Seja bem vindo
Porto Velho,04/12/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

Mulher é investigada por mandar matar marido fazendeiro após se envolver com PM

Após matar o fazendeiro Ailton Baião, de 50 anos, o PM Marcos Francisco cometeu suicídio. Foto: REPRODUÇÃO/FACEBOOK


Mulher é investigada por mandar matar marido fazendeiro após se envolver com PM

A polícia de São Paulo investiga a participação de uma mulher na morte do próprio marido, identificado como Ailton Paião, de 50 anos, em Iepê, no interior de São Paulo.

O homem estava internado em um hospital de Presidente Prudente (SP) depois de uma suposta tentativa de assalto, em que foi baleado três vezes.

Um PM (Policial Militar) que teria um envolvimento amoroso com a suspeita foi ao hospital e disparou duas vezes contra a vítima, que não resistiu. Em seguida ao crime, ele atirou contra a própria cabeça e morreu na hora.

De acordo com a corporação, o soldado Marcos Francisco do Nascimento, de 30 anos, não teria ido ao trabalho no sábado (24) e se deslocou até Presidente Prudente (SP).

Ele foi à Santa Casa da cidade, onde o fazendeiro estava internado, se identificou como policial com o pretexto de investigar o caso, foi em direção ao leito e disparou contra Paião.

Antes do assassinato, a vítima estava internada desde quarta-feira (21) após ter sido baleada três vezes durante um suposto assalto. Paião morava em Iepê, mas, como a cidade é pequena e não tem hospital, precisou ser deslocado para Presidente Prudente.

Após balear e matar o fazendeiro, o policial militar atirou contra a própria cabeça. Ele chegou a ser socorrido por médicos e enfermeiros da unidade, mas não resistiu.

A Polícia Militar acredita que o soldado seria amante da mulher de Ailton, mas a motivação do crime está sendo apurada pela Polícia Civil de Iepê.

Em nota, a corporação informou que lamenta o ocorrido e que se solidariza com os amigos e familiares da vítima. "Estamos tomando todas as providências para apurar os fatos."

Leia a nota da Polícia Militar na íntegra:

"NOTA À IMPRENSA

A Polícia Militar esclarece que em 24 de setembro, o Soldado Marcos Francisco do Nascimento não assumiu o serviço em que estava escalado e deslocou-se até o Município de Presidente Prudente/SP. Na Santa Casa de Misericórdia identificou-se como Policial, acessando assim o leito onde se encontrava o civil Ailton Brás Baião, internado desde o último dia 21.

Em circunstâncias a serem esclarecidas, o policial efetuou dois disparos de arma de fogo contra o civil e logo em seguida um disparo contra a própria cabeça. A Polícia Militar foi acionada, sendo relatado que o Sd Marcos teve morte instantânea e o civil, após tentativas de ressuscitação, entrou em óbito por volta das 12:30 horas. A ocorrência foi apresentada na delegacia de Presidente Prudente, e segue em investigação.

A Polícia Militar lamenta profundamente o ocorrido, solidarizando-se com os amigos e familiares da vítima e está tomando todas as providências para apurar os fatos.

São Paulo, 24 de setembro de 2022.
Polícia Militar, a Força Pública de São Paulo!

Por Rafael Custódio, da Agência Record e Isabelle Amaral / estagiária sob supervisão de Raphael Rhakim, do R7

Fonte: R7




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login