Seja bem vindo
Porto Velho,04/12/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

DCE da Unir emite nota de repúdio contra reitoria


DCE da Unir emite nota de repúdio contra reitoria

No último dia 14 o Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal de Rondônia (DCE-Unir), denunciou que a Administração Superior da universidade estava elaborando uma nova proposta de regulamento disciplinar discente sem ter informado ou consultado o corpo estudantil.  Segundo os estudantes, tal situação é grave porque “além da universidade estar elaborando esta minuta por debaixo dos panos, ignorou passar a informação adiante para os estudantes que só ficaram sabendo por acaso em uma reunião de centros acadêmicos e o DCE, isso porque de todos os mais de 30 cursos de graduação e pós-graduação que temos em Porto Velho, somente os 4 do núcleo de saúde foram informados, sendo que o regulamento disciplinar atingirá a todos” como nos explica Karine Stéfany, aluna de pedagogia.

Os estudantes reforçaram que o surgimento de um regulamento que institui novas formas de punir os discentes da UNIR logo após inúmeras denúncias de ações autoritárias, perseguições e assédios morais partindo da própria administração superior não é coincidência, e por isso exigem o fim da nova proposta.

Segundo uma estudante de direito “alguns problemas da minuta são que a resolução traz tipificação de condutas de forma ambígua dando margem para interpretações e principalmente discricionariedade quanto ao que a Comissão pode entender, como no caso do art. 11º, inciso VII sobre quais as manifestações de afeto são impróprias em ambiente público. Baseando-se em um modelo de regimento disciplinar discente de escola técnica, a UNIR utiliza de meios regulamentares talvez até como tentativa de dar resposta e silenciar os inúmeros casos de violações recentes, como os assédios morais, que são praticados inclusive pela administração superior contra a comunidade acadêmica, assim como mostra que não há preocupação em dirimir, educar e como também criar e aplicar protocolos de enfrentamento frente às diferentes problemáticas.”

Em vídeo recente produzido pela entidade máxima de representação dos alunos na UNIR, o coordenador-geral do DCE, Alexandre de Melo aponta que proposta semelhante já foi apresentada na UNIR no ano de 2007 e por conta disso os estudantes ocuparam a reitoria até que a minuta fosse derrubada, e é exatamente isso que os discentes exigem neste momento. Alexandre finaliza “nossa universidade possui uma série de problemas a nível estrutural, passamos semanas sem aulas presenciais por falta de água, energia, falta de segurança porque não temos iluminação no campus, faltam seguranças patrimoniais. E quando nós denunciamos isso surge uma proposta de regulamento disciplinar que possui ambiguidades que podem nos censurar por expor os reais problemas da UNIR. Nós sabemos que não é coincidência, essa minuta veio para perseguir politicamente os estudantes da nossa instituição e nós não vamos descansar até que seja engavetada, sequer deve ser votada no núcleo de saúde ou no conselho superior da UNIR.”




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login