Seja bem-vindo
Porto Velho,27/05/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Agronegócio impulsiona a geração de emprego e renda em Rondônia


Agronegócio impulsiona a geração de emprego e renda em Rondônia
Publicidade

ondônia não para de crescer e avança ainda mais no desenvolvimento econômico, com reflexo positivo e colocando o Estado com menor índice de desemprego do País. Rondônia, além de ser o primeiro lugar no Brasil com a média de desocupação (3,1%), está ainda à frente de países do G7 como (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido), onde a média foi de 3,9%.


Para o governador Marcos Rocha, esses dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - Pnad, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, revelam um Estado em pleno desenvolvimento econômico, mesmo com impactos provocados pela pandemia. “A geração de empregos sempre foi prioridade da nossa gestão, os números mostram que estamos no caminho certo; a parceria das ações do Governo do Estado com os setores produtivos, principalmente os do agronegócio, são um exemplo disso, tudo isso é fruto de muito trabalho no fomento de políticas públicas juntos às empresas, na formação profissional, além das desonerações de impostos e incentivos fiscais ofertados pelo governo, e acreditem, isto é apenas o começo”, comemora o governador.

Na média nacional, a taxa do fim de 2022, foi de 7,9%, a menor em sete anos, mais quatro estados brasileiros encerraram o ano passado com as taxas de desemprego inferiores à média nacional, em 1° lugar, o destaque é para Rondônia com (3,1%), em 2°, Santa Catarina (3,2%), seguindo do Mato Grosso do Sul (3,3%) e Mato Grosso (3,5%).


O AGRO AVANÇA


Segundo estudos, o agronegócio é o principal responsável pela taxa tão baixa de desocupação no Estado, a produção de grãos que vem crescendo ao longo dos anos, em Rondônia, fortalece o trabalho na economia local.

O agronegócio absorve quase 1 de cada 3 trabalhadores brasileiros de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, em Rondônia o aumento na produção foram estímulos para essa contratação formal no campo.

“O setor é, atualmente, um dos principais protagonistas da economia Rondoniense, e a cada dia que passa o agronegócio se consolida ainda mais”, destaca o governador.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.