Seja bem-vindo
Porto Velho,21/04/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

PESADO: Passagem aérea de Porto Velho para Manaus está custando mais de 10 mil reais


PESADO: Passagem aérea de Porto Velho para Manaus está custando mais de 10 mil reais Foto: Divulgação
Publicidade

A escalada dos preços das passagens aéreas tem sido motivo de grande indignação em Rondônia, especialmente com relação às rotas para destinos cruciais como Manaus. Uma situação que tem gerado críticas contundentes são os valores exorbitantes cobrados pelas companhias aéreas, tornando a simples viagem entre Porto Velho e Manaus um verdadeiro desafio financeiro.

As empresas aéreas reduziram drasticamente o número de voos diretos, incluindo o serviço essencial que ligava diretamente Porto Velho a Manaus, uma rota rápida e historicamente mais acessível. Anteriormente, o trajeto de menos de duas horas custava em média de 500 a 700 reais, tornando-se uma opção viável para muitos passageiros.

No entanto, as mudanças recentes deixaram os viajantes em choque. Atualmente, para realizar essa mesma viagem, é necessário um verdadeiro malabarismo logístico, com escalas extensas e itinerários complexos que se estendem por horas a fio.

O site EUIDEAL obteve acesso a uma cotação de passagem para Manaus, datada do dia 2 de abril, com retorno no domingo, dia 7. Os resultados são alarmantes: a opção de menor preço, que inclui duas paradas e uma duração de voo de exaustivas 17 horas e 30 minutos, está sendo comercializada por R$ 8.647. Para aqueles que buscam uma viagem ligeiramente mais direta, porém com uma parada prolongada de mais de 9 horas, o preço é ainda mais avassalador, atingindo a marca absurda de R$ 10.400 reais.

Esses valores estratosféricos não apenas representam um ônus financeiro significativo para os passageiros, mas também levantam preocupações sobre a acessibilidade aos serviços de transporte aéreo. Muitos se questionam se tais preços estão alinhados com a realidade econômica da região e se as empresas estão justificando adequadamente essas tarifas.

Além disso, a falta de opções acessíveis de transporte aéreo não apenas prejudica os viajantes, mas também pode ter sérias ramificações sociais e econômicas para as comunidades locais, dificultando o acesso a serviços essenciais, como saúde e educação, e afetando negativamente o turismo e o comércio regional.

Diante desse cenário, torna-se urgente uma revisão das práticas tarifárias das companhias aéreas e um maior escrutínio das autoridades reguladoras sobre as condições e os preços dos serviços oferecidos. Os passageiros estão clamando por uma solução que torne as viagens aéreas mais acessíveis e justas para todos.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.