Seja bem-vindo
Porto Velho,17/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

URGENTE - Rafael É O Fera assume vaga de Lebrão e se torna Deputado Federal após decisão do STF

Supremo Tribunal Federal determina substituição, mudando composição da Câmara dos Deputados


URGENTE - Rafael É O Fera assume vaga de Lebrão e se torna Deputado Federal após decisão do STF
Publicidade

Na tarde de hoje, o Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria decisiva em julgamento virtual para aplicação imediata das novas regras de distribuição das sobras eleitorais nas eleições de 2022. Com um placar de 6 votos a 1, a Corte decidiu a favor das mudanças, que impactam diretamente na composição do Congresso Nacional.

A decisão altera o atual sistema de distribuição de vagas remanescentes de deputados federais, estaduais e distritais, exigindo que os partidos alcancem pelo menos 80% do quociente eleitoral para ter direito às sobras. Individualmente, os candidatos devem obter 20% desse quociente para concorrer aos postos restantes.

Em meio a esse contexto jurídico, Rafael, conhecido popularmente como Rafael É O Fera, foi confirmado como o novo deputado federal em substituição a Lebrão, que ocupava anteriormente a vaga. A decisão do STF pavimentou o caminho para a ascensão política de Rafael, que prometeu representar os interesses de sua base eleitoral com afinco e dedicação.

As discussões sobre as alterações nas regras eleitorais começaram em abril de 2023 e foram interrompidas duas vezes por pedidos de vista dos ministros Alexandre de Moraes e André Mendonça. Hoje, com a maioria formada, o tribunal definiu um marco importante para o futuro das eleições no país, garantindo maior transparência e justiça no processo de distribuição de vagas parlamentares.

Os outros deputados que serão substituídos são: Silvia Waiãpi (PL-AP), Sonize Barbosa (PL-AP), Goreth (PDT-AP), Augusto Pupiu (MDB-AP), Lázaro Botelho (PP-TO) e Gilvan Máximo (Republicanos-DF).

Eles serão substituídos, respectivamente, por Aline Gurgel (Republicanos-AP), Paulo Lemos (PSol-AP), André Abdon (PP-AP), Professora Marcivania (PCdoB-AP), Tiago Dimas (Podemos-TO) e Rodrigo Rollemberg (PSB-DF).

Para mais detalhes sobre o julgamento e o impacto das novas regras, acompanhe o processo completo no site do STF através do link aqui.

Data: 21/06/2024 00:01:49




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.