Conheça o Major do Corpo de Bombeiros de Rondônia que já impediu diversos suicídios

Por Alife Campos 25/09/2020 - 14:38 hs
Foto: Arquivo Pessoal/Facebook

Segundo informações disponibilizadas em setembro de 2019 no Portal PEBMED, houve um aumento de 7% nos casos de suicídio no Brasil. Recentemente veiculamos uma notícia aqui no Portal do EuIdeal, sobre bombeiros e policiais que impediram uma tentativa de suicídio de uma mulher em Porto Velho. Um dos oficiais envolvidos era Felipe Bernardo Vital, de 36 anos, Major do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia há quase 11 anos, que nos concedeu uma entrevista exclusiva e especial para colaborar com mais informações neste mês, que é dedicado a conscientização e prevenção do suicídio.




Major Vital, como é conhecido, informou que não é a primeira vez que atende uma ocorrência do tipo, e que não é capaz de mensurar quantos casos como esse já passaram por ele, desde que fez curso de negociador especializado em altura, há aproximadamente 5 anos. Apesar da experiência, ele ressalta que cada caso é muito específico e é motivado por razões distintas. Enquanto profissional é preciso sempre imaginar o pior das situações  e estar preparado para muito diálogo, empatia e compreensão, porque não se sabe o que passa na cabeça de cada pessoa, nem a dimensão que o problema tem para ela. Por ser cristão, sempre busco ajudar o tentante a compreender o problema por outra ótica, buscando alternativas para os problemas, sem abrir mão da vida.

LEIA TAMBÉM:

  • Em ato heroico, Major do CB impede que mulher tire sua própria vida na ponte do Rio Madeira
  • Major Vital impede que mulher tire se jogue da ponte em Porto Velho

O Major Vital, assim como os muitos profissionais que lidam diariamente com situações emocionalmente estressantes como essas, já perdeu uma pessoa durante a negociação. Quando perguntado sobre os impactos que a vida profissional tem sobre a vida pessoal, ele diz que de uma forma ou de outra sempre acaba refletindo, pois a tensão é muito grande e pesada, mas procura sempre focar nos pontos positivos do seu trabalho, que é sempre ajudar as pessoas que estão nos seus momentos de maior necessidade. 



Hoje a segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos e idosos, é o suicídio. No Brasil, uma pessoa se suicida a cada 46 minutos. Durante uma live realizada pela Assistente Social Luciana Bezerra, atualmente pré-candidata à vereadora e colega de partido do Major, ela chama a atenção para necessidade de tratar a campanha de conscientização e prevenção do suicídio como política pública permanente e contínua, principalmente entre crianças e jovens, não como função isolada de um psicólogo, mas como um esforço conjunto dos integrantes da sociedade no enfrentamento humanizado desse grave problema de saúde pública.


Bombeiros seguem as buscas por adolescente desaparecido no Rio Madeira

Major Vital e equipe em missão no Rio Madeira 

O Major afirma que muita gente não sabe lidar de maneira adequada nessas situações, por uma questão de falta de conhecimento, mesmo. E que implementação de medidas educativas e o incentivo ao diálogo voltadas para esse público mais jovem, pode de fato trazer um resultado positivo na diminuição das estatísticas de mortes por suicídio.


Hoje a cada 10 pessoas que se tornam vítimas do suicídio, 8 são homens.  Essa diferença expressiva na proporção entre os gêneros, diz o Major, reflete a característica de resiliência das mulheres, que sabem lidar melhor com o “sofrimento” e sempre estão em busca de alternativas para “dar a volta por cima”. Já o homem por conta de características socioculturais e patriarcais tende a ser mais isolado, e frente a problemas da vida acaba encurralado num beco cuja a única saída que vê, é tirar a própria vida.



Próximo ao fim da entrevista, pergunto quais os principais sinais que devemos nos ater, com um familiar ou amigo que possa estar sofrendo com pensamentos suicidas e qual seria a abordagem mais correta que deveríamos tomar?


Major Vital - O sinal sempre é o isolamento, começa a ficar muito só e não quer contato com ninguém. Na correria do dia a dia a própria família que deveria perceber, não percebe. A abordagem é conversar, procurar saber qual o motivo de estar assim, muitas vezes a conversa e atenção ajuda muito.



Sabemos que muitos sãos os motivos que podem levar uma pessoa a tirarem suas próprias vidas, como estresse, problemas financeiros ou amorosos, doenças crônicas, dores, mas o suicídio está diretamente ligado à depressão. O que você diria para uma pessoa que está lendo sua entrevista e que pode estar passando por situações como as que citamos anteriormente?


Major Vital - Digo pra buscar força em Deus. Ele nos criou e nos deu o fôlego de vida para vivermos e aproveitarmos da melhor maneira possível, sendo gratos e tementes a Ele. Que a vida é sim cheia de altos e baixos, de problemas, mas que buscando forças em Deus teremos vitória. A vida é só uma, se morrer, já era! Não adianta nada. Viva, lute, enfrente o problema, com Deus no comando a vitória é certa. Se viver pela fé em Deus, os problemas são vencidos num piscar de olhos.


Fonte: Alife Campo (Veja mais textos em sua coluna no EUIDEAL)