Coronel Ronaldo e Vinicius Miguel defendem voto em Hildon para derrotar Cristiane em Porto Velho

Ambos, de campos ideológicos diferentes, decidiram se unir para derrotar Cristiane Lopes

20/11/2020 - 21:04 hs

Os ex-candidatos a prefeito Vinicius Miguel, do CIDADANIA e Coronel Ronaldo Flores, do SOLIDARIEDADE, defenderam nesta semana (16) o voto crítico no atual prefeito Hildon Chaves (PSDB) no segundo turno contra Cristiane Lopes (PP). 

"Manifestei meu voto, crítico, ao Hildon Chaves. A discordância existe. Houve, dele, aceno para a adesão de propostas para a temática de cultura, juventude e direitos fundamentais. Respeito aqueles que discordarão de minha posição. Certo que Democracia implica contraditório", disse Vinicius.

"Encontramos no candidato Hildon Chaves o comprometimento para com esses projetos os quais eu vou passar citar eles. Nossa grande preocupação são com as pessoas menos favorecidas. Com aquelas que não têm acesso à saúde ou aquelas que passam dificuldades porque o local onde moram não oferece a estrutura necessária", disse o Coronel Ronaldo Flores.



Disputa

Cristiane Lopes e Hildon Chaves disputam o segundo turno em Porto Velho, que foi definido na noite deste domingo (15), quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou que os dois candidatos foram os mais votados na primeira parte da disputa para prefeito da capital.

Segundo a Justiça Eleitoral, Hildon teve 34,01% (74.728 votos válidos) e Cristiane, 14,32% (31.461 votos válidos) e irão disputar o 2º turno em 29 de novembro.