Túlio Gadelha acusa campanha de João Campos e usa assessor como testemunha mas é desmentido e chefe de gabinete pede demissão

23/11/2020 - 12:15 hs
Foto: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados

Na noite deste domingo, o deputado federal Tulio Gadelha (PDT-PE) fez uma denúncia cabeluda em seu twitter contra a campanha de João Campos, em Recife/PE.

Em resumo, ele acusou o coordenador da campanha de João Campos, candidato do PSB à prefeitura de Recife,  de entrar em contato com seu chefe de gabinete para tentar comprar seu “silêncio”.

É uma acusação gravíssima. Entretanto, horas depois, o próprio chefe de gabinete de Tulio Gadelha, o jovem Rafael Bezerra, veio à público desmentir categoricamente a informação. Bezerra disse que o fato relatado por Gadelha “nunca aconteceu”.

Em seguida, o chefe de gabinete pede exoneração do gabinete do parlamentar: