MS distribui mais 2,5 milhões de vacinas para concluir a 1ª prioridade. Rondônia recebe mais 17 mil doses hoje

Mais 2,5 milhões de doses estão sendo enviadas nesta quarta-feira (3)

03/03/2021 - 15:54 hs

Segundo o Ministério da Saúde, mais 2,5 milhões de doses estão sendo enviadas nesta quarta-feira (3). Estados deverão reservar a segunda dose da vacina para garantir que ela seja aplicada de 2 a 4 semanas depois da primeira.

 

Mais 2,5 milhões de doses da vacina CoronaVac estão sendo enviadas a todos os estados e ao Distrito Federal nesta quarta-feira (3), informou o Ministério da Saúde.

Segundo a pasta, o novo lote é destinado a "vacinar o restante dos trabalhadores da saúde, indígenas do estado do Amazonas e pessoas de 80 a 84 anos".

A nova remessa corresponde à entrega de duas doses. Sendo assim, os estados e municípios precisam reservar a segunda dose da CoronaVac para garantir que ela seja aplicada de 2 a 4 semanas depois da primeira.

Veja, abaixo, a distribuição por estado:

Doses de vacina/UF

Estado

DOSES CORONAVAC

BRASIL

2.552.820

Rondônia

17.000

Acre

5.220

Amazonas

62.800

Roraima

8.800

Pará

67.000

Amapá

4.400

Tocantins

13.200

NORTE

178.420

Maranhão

62.400

Piauí

32.400

Ceará

115.600

Rio Grande do Norte

40.800

Paraíba

56.400

Pernambuco

102.000

Alagoas

28.800

Sergipe

26.000

Bahia

165.600

NORDESTE

630.000

Minas Gerais

285.200

Espírito Santo

48.200

Rio de Janeiro

249.200

São Paulo

593.600

SUDESTE

1.176.200

Paraná

146.800

Santa Catarina

91.200

Rio Grande do Sul

174.800

SUL

412.800

Mato Grosso do Sul

27.800

Mato Grosso

25.400

Goiás

76.000

Distrito Federal

26.200

CENTRO-OESTE

155.400

Fonte: Documentos obtidos pela reportagem da TV Globo

A previsão, segundo o Ministério da Saúde, é que todas as entregas ocorram nesta quarta-feira (3).

Veja estados que já receberam o novo lote:

A pasta acrescentou mais regiões no Fundo Estratégico, que destina 5% do total de doses de vacinas em cada fase de distribuição. Na nova remessa, 127.641 doses foram divididas para ampliar a vacinação dos grupos prioritários de idosos:

  • 30% - Amazonas

  • 10% - Pará

  • 10% - Ceará

  • 10% - Paraná

  • 10% - Santa Catarina

  • 10% - Goiás

  • 5% para Rondônia

  • 5% para Paraíba

  • 5% para Sergipe

(G1)