Turistas chegam a Fortaleza do Abunã e esgotam vagas de pousadas e residências

30/08/2017 - 01:24 hs

A três dias do início do Festival de Fortaleza do Abunã, está esgotada a lotação das pousadas e residências por turistas, principalmente, oriundos do Acre. A rede de hospedagem do distrito de Fortaleza do Abunã não é grande, tem capacidade para trezentas pessoas, mas é um número expressivo se comparado ao número de habitantes da localidade que não chega a seiscentas pessoas, segundos dados do IBGE.

Os dados foram levantados pela Fundação Cultural, que está organizando o festival em parceria com a Semdestur e outras nove secretarias municipais da Prefeitura de Porto Velho, Seduc, Corpo de Bombeiros, e Polícia Militar. O festival será autossustentável e é realizado pelos moradores. O poder público só entrará com a estrutura, mas quem vai se beneficiar socioeconomicamente do evento são os habitantes da vila.

Segundo o secretário Antônio Ocampo, o potencial turístico de Fortaleza do Abunã é inegável. “É uma jóia que precisa ser lapidada. Possui uma beleza natural de encher os olhos, na fronteira com a Bolívia e passa boa parte do ano visitada por turistas acrianos. Porém ainda carece de estrutura, principalmente de hotelaria e restaurantes para se firmar como uma estância turística. É um projeto futuro que precisa ser pensado com carinho”, afirmou.

O presidente do Conselho Empresarial do Turismo e Hospitalidade (Conetur), Raniery Coelho, disse que Fortaleza do Abunã é apenas um exemplo da capacidade turística rondoniense. “Possuímos inúmeros pontos inexplorados ou subutilizados por falta de incentivo e estrutura. Temos em mãos uma riqueza que tem a capacidade de nos dar um retorno econômico considerável. A Prefeitura de Porto Velho age certo em retomar o festival e fazer dele um projeto sustentável”, comentou.

Para o Festival de Fortaleza do Abunã, que será realizado dia 1º, 2 e 3 de setembro, a Prefeitura espera a chegada de 10 mil turistas.

Fonte: 010 - Marcos Santana