Voltei para falar de alguém, e acho que vocês deveriam saber disso.

Por Uirá Froes 15/09/2016 - 02:16 hs

Mãe, dei-me uma licencinha rápida, tia Celi merece... nFoi uma das mulheres mais simples que conheci ao longo dos meus, quase, 29 anos. Amava peixe e amava fazer as pessoas felizes. Nunca vi uma alguém assim, tão dedicada a família, aos amigos da família, aos amigos dos amigos da família e aos amigos dos amigos dos amigos da família. Ao entrar em sua residência, sempre éramos recebidos com lanches, merendas, ou um sorriso, ela amava os meus filhos... Sentia prazer em estar ali, e ao lado do Selva, como é carinhosamente conhecido seu esposo, que também é meu amigo, conversarmos sobre tudo que acontecia no nosso dia a dia. De política à assuntos bíblicos... ela era sensacional! Tinha prazer na vida, tinha prazer em servir e tinha prazer em fazer os outros felizes. Já tinha dito isso? Desculpe, ela era sensacional.

Não gostava de tirar fotos, não gostava de muitos elogios. Mas o que importa? Tive milhares de momentos ao seu lado que comprovam sentimentalmente do que estou falando. Dos exemplos que ficarão marcados, da mãe linha dura, da mulher que cozinhava um tatu pra ninguém botar defeito, da mãe que fora esquecido acidentalmente pelo seu filho, fora do carro, em um temporal, e que só perceberam que tinha ficado lá, quando ela ligou no telefone fixo esbravejando, com razão. O mundo foi feliz por ter presenciado sua participação especial aqui ao lado de nós. E eu, com certeza, guardarei todas as nossas lembranças dentro do meu coração! Não precisava expor essas palavras para dizer o quanto era especial a mim, mas precisava dizer o quanto temos que valorizar as pessoas que se doam, sem qualquer tipo de restrição, a nós. Àquelas pessoas que mesmo cansada, fazem o melhor de si, não se aquietam até lhe acomodar e que estão a todo os segundos de olho no seu prato, certificando-se de que ele está sempre cheio.

Minha amiga, minha tia, minha tia de consideração, minha mãe, minha mãe de consideração e minha amiga do peito. Você está fazendo falta, mas que bom que o Papai do céu está cuidando de ti e que em breve, iremos nos encontrar. Desculpe pelo constrangimento ocasionado a você, mas precisa falar disso. até mais, Tia Celi Teles