Seja bem vindo
Porto Velho,03/10/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

Entenda por que está chovendo em Rondônia em agosto, o mês da estiagem


Entenda por que está chovendo em Rondônia em agosto, o mês da estiagem


A chuva atípica (e até contínua) nestes primeiros dias de agosto tem chamado a atenção dos moradores em Rondônia. Isso porque o mês é conhecido por ser um dos mais severos na seca do verão amazônico.

Na capital Porto Velho, por exemplo, desde 4 de agosto são registradas pancadas isoladas de chuva. Na sexta-feira (5) o dia ficou nublado e com chuviscos, como se fosse um dia de janeiro – época do inverno amazônico. O mesmo fenômeno aconteceu nesta segunda-feira (8).

Outros municípios do estado também registraram chuva desde o fim de semana, como Vilhena e Ji-Paraná. Mas por que tem chovido nesta época do ano em Rondônia?

De acordo com a meteorologia, dois fenômenos explicam essa mudança no tempo:

  • fluxo de umidade em baixos níveis da atmosfera;
  • e a aproximação de uma frente fria.

A umidade do ar

Segundo o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), um fluxo de umidade vindo do Amazonas, em baixos níveis da atmosfera, é o responsável pela chuva desde a semana passada.

A meteorologia explica que a alta quantidade de vapor de água na atmosfera favorece a ocorrência de chuvas. É o que está ocorrendo em Rondônia.

Em Porto Velho, nesta segunda-feira, a umidade do ar estava em 89% durante a manhã e de acordo com especialistas, uma umidade relativa do ar de 80% quer dizer que falta 20% para chover. Isso acontece porque a umidade do ar tem um limite de saturação: quando está em 80% falta 20% para esse ar não conseguir mais reter a água.

Aproximação do frio

Além da alta umidade concentrada em Rondônia, a aproximação de uma frente fria está provocando pancadas de chuva no estado.

Segundo o Climatempo, a frente fria começou a se formar nesta segunda-feira e na terça-feira (9) já estará completamente organizada e avançando sobre o Brasil, causando chuva forte em várias regiões, inclusive Rondônia.

Fortes rajadas de vento podem ocorrer e também não é descartada queda de granizo durante os temporais no estado.

Nesta segunda-feira o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) já emitiu um alerta amarelo para tempestades.

Alerta amarelo emitido pelo Inmet para Rondônia e região — Foto: Reprodução/Inmet

Alerta amarelo emitido pelo Inmet para Rondônia e região — Foto: Reprodução/Inmet

Verão amazônico

Rondônia está atualmente no “verão amazônico”, período de seca da Amazônia e o mais quente do ano, com termômetros passando dos 40°C em agosto e setembro.

Normalmente a fase do verão amazônico vai de junho a novembro,e é marcada pela intensificação da insolação, de altas temperaturas e redução da nebulosidade.

No entanto, devido ao avanço da frente fria nesta semana, os termômetros vão cair em vários municípios. Vilhena deve ter mínima de 14°C nesta terça-feira (9) e quarta-feira (10).

Veja as mínimas previstas com a chegada da frente fria:

  • Ji-Paraná: 18°C
  • Vilhena: 14°C
  • Cacoal: 18°C
  • Cabixi: 16°C
  • Cerejeiras: 16°C
  • Costa Marques: 16°C



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login